Praça das Artes

Praça das Artes

O projeto da Praça das Artes –conjunto de edifícios no centro de São Paulo que abriga anexos e corpos estáveis do Teatro Municipal da cidade começou a se tornar realidade em 2009 e foi inaugurado em 2013. Situado no  quadrilátero formado pelas ruas Conselheiro Crispiniano e Formosa, avenida São João e praça Ramos de Azevedo, o prédio custou R$ 136 milhões e foi idealizado pelo escritório Brasil Arquitetura. O terreno era irregular, formado por pedaços de outras edificações e o projeto preservou a fachada do antigo Cine Cairo, na rua Formosa.

Houve um grande empenho na solução de problemas acústicos. O projeto foi premiado com o Icon Awards de Londres na categoria Edifício do Ano, concorrendo com obras de grandes nomes da arquitetura internacional como Herzog & de Meuron, Renzo Piano, SANAA  e Hugh Broughton Architects.

A Praça das Artes abriga a Escola de Dança, a Escola de Música, o prédio do antigo Conservatório Dramático e Musical e um estacionamento, além do Centro de Documentação Artística, acervos e a Administração do Teatro.

 


Artigos relacionados

Uma cidade chamada Copan

Situado na avenida Ipiranga, no centro de São Paulo, o edifício Copan é um marco da arquitetura modernista e um dos símbolos da cidade. Suas linhas sinuosas carregam a marca do arquiteto Oscar Niemeyer.

Mangal das Garças

Fotografia por Leo Soares O Parque Naturalístico Mangal das Garças é o resultado da revitalização de uma área de cerca de 40.000 metros quadrados às margens do Rio Guamá, nas franjas do centro histórico de Belém, capital do Pará. Criado

Hobin Hood Gardens começa a ser demolido

O projeto habitacional Robin Hood Gardens, localizado no leste de Londres, começou a ser demolido no final do mês de agosto. A obra, dos arquitetos Alison e Peter Smithson, concluída em 1972, era um marco da arquitetura brutalista do Reino

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Deixe uma resposta