Uma cidade chamada Copan

Uma cidade chamada Copan

Situado na avenida Ipiranga, no centro de São Paulo, o edifício Copan é um marco da arquitetura modernista e um dos símbolos da cidade. Suas linhas sinuosas carregam a marca do arquiteto Oscar Niemeyer. Elas não são somente estéticas, mas também contribuem para a sustentação e equilíbrio do edifício.

Nos anos 50, a economia da cidade se fortalecia e o centro da cidade passava por um acelerado processo de verticalização e adensamento. Exemplo desse processo, o Copan, e seus números impressionam. Com aproximadamente cinco mil habitantes, e 1.160 apartamentos, é um dos maiores conjuntos residenciais e maior prédio em concreto armado da América Latina.

Seu projeto começou em 1951, mas após uma série de dificuldades e alterações no projeto original, a obra só seria concluída em 1967.

 



Artigos relacionados

Concreto armado

O concreto armado abriu novos precedentes para a arquitetura brasileira. A união de resistência à tração e compressão permitiu projetos mais ousados no aspecto formal.

Praça dos Três Poderes

A Praça dos Três Poderes foi projetada por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa. Lá estão o Palácio do Itamaraty, o Palácio do Planalto, o Palácio da Justiça, o Supremo Tribunal Federal, o Congresso Nacional, o Panteão da Liberdade e Democracia

Palácio Gustavo Capanema

Fotografia por Cabano Desenvolvido por Lúcio Costa, Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Ernani Vasconcellos, Jorge Machado e Oscar Niemeyer, a sede do antigo Ministério da Educação e Saúde Pública é sem dúvida um dos exemplares mais contundentes do impacto da

Sem comentários

Escreva um comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar esta postagem.

Escreva um comentário

Seu e-mail nâo será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados*